Justiça autoriza retorno de presidente da Câmara de Vereadores preso na Operação Último Tango


20/12/2017 10h31

 

 

Preso na Operação “Ultimo Tango” (lembre aqui), o presidente da Câmara de Vereadores de Correntina, no extremo oeste, Wesley Campos Aguiar, o “Maradona”, foi autorizado a retornar ao cargo. Em ato publicado nesta terça-feira (19), no Diário da Justiça Eletrônico, o desembargador Jefferson Alves de Assis decidiu pela volta do edil ao cargo, assim como dos servidores afastados Cleuzinete Sales, tesoureira, Hugo Neves, assistente de Controle Interno, e do motorista particular Erickson Santos, que supostamente recolhia o dinheiro.

Em 26 de outubro, o Ministério Público do Estado (MP-BA) deflagrou a operação Último Tango em que seis vereadores foram presos. Segundo o MP-BA, os acusados cobravam propina de R$ 50 mil para aprovar projetos do prefeito da cidade, Maguila (PCdoB). Os acusados também são suspeitos de fraudar licitações e contratos no município, além de desvio de verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores. BN