Empresário do ramo de café de Itamaraju é assassinado em Pedro Canário /ES


06/12/2017 10h28

 

 

Viviane Moreira \ Verdades Políticas

 

Nilo Pedro Spagnol, foi assassinado a tiros na noite de terça-feira, (05), no interior do Posto Carreteiro, nas margens da Rodovia BR 101 Norte, KM 12 em  Pedro Canário – ES.

Segundo informações, a vítima estava no interior da conveniência do Posto, quando dois homens a bordo de uma motocicleta, chamou Nilo pelo nome e ao aproximar-se o carona da motocicleta deflagrou diversos disparos de arma de fogo.

Logo após a ação criminosa, a dupla de criminosos evadiu-se em fuga tomando rumo ignorado. A vítima, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Nilo Spagnol, foi gerente da antiga empresa Licafé, hoje Blend Coffee, situada às margens da BR 101, no bairro Corujão em Itamaraju.

Nilo Pedro Spagnol, foi envolvido em uma operação da Polícia Federal no ano de 2010, denominada Operação Broca, realizada em conjunto por Receita Federal, Ministério Público e Polícia Federal, que desbaratou um suposto esquema de obtenção de vantagens tributárias ilícitas por parte de empresas de exportação e torrefação de café. A fraude, identificada pela Receita Federal, resultou num prejuízo aos cofres públicos superior a R$ 400 milhões.

Nilo, foi citado nos autos por formação de quadrilha e estelionato qualificado em continuidade delitiva e em falsidade ideológica por duas vezes, em concurso material, em razão das alterações contratuais simuladas da Licafé.